Enquanto você me critica

Por Isaias Costa

caminho-de-pincel

Eu acho impressionante a carga de mensagens sobre transcendência que existe em muitas das músicas do Raul. É por essas e outras que elas são compreendidas por tão poucas pessoas. Estava refletindo sobre uma das que mais gosto e que, inclusive, já me inspirou a escrever um dos artigos do blog. A música “No fundo do quintal da escola”. Se você ainda não leu o artigo, ele está logo abaixo.

Vamos pular o muro?

E a música, para ser apreciada está neste link a seguir.

Vou fazer uma reflexão baseada apenas em um trecho do início da música. Esse aqui:

“Não sei onde eu tô indo, mas sei que eu tô no meu caminho. Enquanto você me critica, eu tô no meu caminho…”

O Raul está querendo transmitir tanta coisa com essas poucas palavras! Você nem faz ideia!

A primeira coisa tem a ver com a sua AUTENTICIDADE. O Raul sabia muito bem o que queria e o caminho que estava seguindo. Ele queria, acima de tudo, ser feliz e ter uma vida com profundo significado, uma vida que não passasse em branco e que seu nome ficasse registrado para sempre na história da música. Esse era o desejo mais profundo do Raul, se tornar eterno, se tornar imortal.

E foi exatamente o que ele conseguiu. E isso se deve muito a sua busca incessante pelo autoconhecimento e pela transcendência. O Raul passou boa parte da sua vida mergulhando em conhecimentos esotéricos e espirituais.

É por isso que ele fala tanto em muros, discos voadores, espaço, tempo, passado, futuro etc.

Nesta música ele fala de muros. Muros são barreiras, empecilhos, divisões. Eles representam a perda da LIBERDADE e das ESCOLHAS individuais conscientes.

No primeiro texto que escrevi a partir desta música, falei sobre pular muros. Ele compôs essa canção para encorajar seus ouvintes a pularem os muros de medo, de receios, de dogmas, de verdades absolutas etc. etc.

Sabe qual foi um muro muito difícil que o Raul pulou e deixou explícito nesta frase que destaquei? O muro das CRÍTICAS. Esse muro é alto meu amigo! Para pular esse muro é preciso se trabalhar muito interiormente, é preciso desenvolver um nível de consciência que nem todos dão abertura para desenvolver.

Nós adoramos criticar os outros, e nas críticas, esquecemos de olhar para dentro de nós mesmos.

Sempre digo e repito, inclusive já escrevi sobre isso. Não adianta fazer críticas a ninguém, porque sempre que criticamos, a primeira reação do outro lado é sempre, SEMPRE de defesa, por causa do nosso ego. Ninguém engole a seco uma crítica, sempre queremos nos defender e nos justificar por nossos atos, pensamentos e posturas.

O Raul não, ele era um cara tão humilde, tão consciente, tão evoluído espiritualmente, que ele transcendia todas as críticas que faziam a ele. Eu acredito que ele respondia às críticas com a oração dos sábios, o SILÊNCIO. O silêncio é a melhor resposta às críticas.

É por isso que ele diz: “Enquanto você me critica eu tô no meu caminho”.

Depois, mais na frente ele fala que enquanto a turma se juntou para bater uma bola, ele estava pulando o muro com o Zezinho no fundo do quintal da escola.

Eu posso estar enganado quanto ao Zezinho, mas não duvido nada que seja o Paulo Coelho. Eles dois pensavam muito parecido e não conseguiam se encaixar no sistema doente e cheio de regras no qual estavam inseridos.

Esse pular o muro é a busca pela transcendência, pelo crescimento espiritual.

Uma das coisas que me faz ser fã do Raul é exatamente isso. Ele foi um dos brasileiros mais espiritualizados do seu tempo, porém, quase ninguém entendia suas mensagens.

Podemos aprender muito com ele. Podemos pular esse muro cruel da CRÍTICA buscando evoluir espiritualmente.

Eu estou nesse caminho e pouco a pouco estou conseguindo progressos. E o Raul tem me ensinado muito nesse sentido.

Vamos juntos?

frase-nao-sei-onde-eu-to-indo-mas-sei-que-eu-to-no-meu-caminho-enquanto-voce-me-critica-eu-to-no-meu-raul-seixas-113943

  • Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]
Anúncios
Enquanto você me critica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s