Não seja tolo meu rapaz!

Por Isaias Costa

matrix

Uma das músicas mais famosas do Raul Seixas é uma espécie de norte para todos os que são “raulseixistas”, a “Ouro de tolo”. Sua letra incrível só é verdadeiramente vivenciada pelas pessoas que fogem da mediocridade e buscam a transcendência, através da espiritualidade e do conhecimento das grandes sabedorias.

O Raul buscou essas grandes sabedorias e se tornou um mito. Seu nome jamais será esquecido e ele continuará influenciando tantas pessoas como eu e você que me lê agora.

Abaixo está a música para que você aprecie e escute atentamente.

A maior parte das pessoas passa a vida inteira correndo atrás apenas das coisas que o dinheiro pode comprar, mas que não preenchem nossa interioridade. Compram casas na beira mar, compram o carro do ano, roupas chiques, viajam para lugares bonitos e se hospedam nos hotéis mais caros, para no fim, concluírem que nada disso trás a real felicidade.

O Raul conquistou tudo que o dinheiro pode comprar e concluiu que tudo isso não passa de nada! É vazio de sentido. Inclusive escrevi um texto aprofundando essa questão no meu outro blog. Deixo o link abaixo, caso queira ler. Recomendo fortemente a sua leitura.

Tudo é nada

Cada vez mais eu tenho essa noção de que para viver plenamente, eu preciso buscar a sabedoria universal. O planeta Terra já foi habitado por tantos seres iluminados, que deixaram um imenso legado, é uma pena que tão poucos mergulham em seus conhecimentos. O Raul fez isso e, ao se aprofundar, também criou sua filosofia e deixou uma linha de pensamento impressionante, que até hoje é fruto de muitos estudos, que é a SOCIEDADE ALTERNATIVA.

Eu mesmo, amo a sociedade alternativa, mas não me atrevo a falar e escrever muito sobre ela, porque só poderia fazer isso se a vivesse e me aprofundasse nela constantemente, o que não faço, como já disse em uma texto anterior, vivo a filosofia da vivência do hoje. Se você ainda não leu o texto em que falo sobre isso, deixo o link abaixo.

Eu sou a luz das estrelas

Quero enfatizar as frases finais desta música, que dizem:

Eu é que não me sento
No trono de um apartamento
Com a boca escancarada
Cheia de dentes
Esperando a morte chegar

Porque longe das cercas
Embandeiradas
Que separam quintais
No cume calmo
Do meu olho que vê
Assenta a sombra sonora
De um disco voador

Se você já prestou atenção nas letras do Raul, ele adorava falar em discos voadores, outra música famosa que ele fala sobre discos voadores é a S.O.S: “Ôh, ôh seu moço, do disco voador, me leve com você pra onde você for.  Ôh, ôh seu moço, mas não me deixe aqui, enquanto eu sei que tem tanta estrela por aí…”.

O Raul amava discos voadores, porque eles representam essa dimensão da transcendência. Quem busca ler sobre vidas extraterrestres sabe que a maior parte das teorias a esse respeito nos diz que eles são seres muito mais evoluídos do que nós. Concordo com essa ideia, inclusive acreditar nisso nos ajuda a manter a humildade, ou seja, elucida a certeza de que somos seres infinitesimais em um universo que nem temos noção de sua dimensão.

Os ET’s existem?

Essa música do Raul traz essa brilhante reflexão. Essas cercas embandeiradas são nossas fronteiras, nossos países, nossa relação presa a terra. O olho que vê assenta a sombra sonora de um disco voador representa essa sede pela transcendência, sede essa que consumia o Raul e o fez alçar voos inimagináveis.

Assim como ele, eu também tenho esse desejo, e estou pouco a pouco me aprofundando no conhecimento destes grandes mestres que já habitaram nosso planeta. Está tudo aqui! À nossa disposição, basta que mergulhemos nos seus ensinamentos, posso citar alguns aqui, mas seria ótimo que você os buscasse por conta própria, pois os ensinamentos de um mestre podem servir a uma pessoa e não servir a outra entende? Jesus Cristo, Buda, Osho, Krisnamurti, Yogananda, Lao Tsé, Confúcio, Rumi etc.

Enfim! Quero apenas levar você a refletir sobre isso, não seja um tolo, é muito fácil se tornar um tolo, e o Raul expressa isso divinamente bem nessa música…

Porque foi tão fácil conseguir
E agora eu me pergunto “E daí?”
Eu tenho uma porção
De coisas grandes pra conquistar
E eu não posso ficar aí parado…

Anúncios
Não seja tolo meu rapaz!

2 comentários sobre “Não seja tolo meu rapaz!

  1. É certo que Raul conquistou tudo que o dinheiro pode comprar e concluiu que tudo isso não passa de nada! É vazio de sentido. É certo que ele compreendeu a grande ilusão de Maya! Mas será que ele conquistou o que realmente importa, a sua verdadeira essência (se é que podemos chamar assim)?! Ou é apenas mais um que não aguentou o peso do mundo nas costas, assim como diversos outros gênios, tais como, Renato Russo, Cazuza, Fredie Mercury e cia?!

    1. Esse questionamento é bastante válido. O que eu penso realmente é que o Raul tinha o sério defeito de ser muito influenciável. Ele ia na onda dos seus amigos e desta forma ele acabou cheio de vícios e morrendo precocemente. Se ele tivesse tido mais senso crítico e desejo de ter saúde em primeiro lugar, provavelmente ele viveria muito mais, porém, deixaria de ser o Raul mito que conhecemos hoje. O destino dele teria sido diferente com certeza.
      Mas o Raul teve uma depressão profunda, nesse tempo ele teve dificuldade de aguentar o peso da vida. A música “Nuit” retrata bem isso: “Eu ando de passo leve pra não acordar o dia…”.
      Ele estava vivendo sua noite escura da alma e sofreu muito!
      Enfim. É impossível tomarmos conclusões em relação ao Raul. Afinal, não tem como ter conclusões fechadas de uma metamorfose ambulante não é mesmo? hehehe
      Abração meu amigo!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s