Uma interpretação da música “A ilha da fantasia”

Por Isaias Costa

11905379_951833441541333_8433509637563308554_n

Uma música do Raul Seixas que levei muito tempo para entender a mensagem que ele quis transmitir foi “A ilha da fantasia”, e para mim é uma alegria compartilhar com você o que consegui sacar a partir dela. O link da música com a letra completa seguem abaixo:

 

 A ilha da fantasia – Raul Seixas

Vamos logo que já tá na hora de zarpar
Vem sem medo que não vamos naufragar
Navegador!
Não se esqueça, meu amigo, de chamar o seu vizinho
Navegador!
Vê se na praça tem alguém para vir
A barca de Noé já vai partir, navegador
A barca de Noé já vai partir

Navegador!
Não se esqueça, meu amigo, de chamar o seu vizinho
Navegador!
Vê se na praça tem alguém pra vir
A barca de Noé tá pra sair, navegador
A barca de Noé já vai partir

Vamos escolher bem melhores condições
Longe desse triste carnaval de ilusões
Navegador!
Deixa os que sonham em ser felizes
Habitando o paraíso
Navegador!
Já faz tempo que esperou
Vivendo sob leis que não criou
Navegador
Vivendo sob as leis que não criou

*********

Quem será esse navegador que ele tanto repete nessa música? É VOCÊ ora? Não sabia? Vou explicar!

O Raul está fazendo a todos que estão ouvindo essa música o convite a mergulhar dentro de si mesmo. É aquele velho e conhecido convite do filósofo Sócrates: “Conhece-te a ti mesmo”

 Por isso ele diz para não ter medo, porque um mergulho para dentro de si mesmo jamais poderá resultar em um naufrágio, muito pelo contrário, só pode resultar em uma palavra, LIBERDADE

 Mas o que acontece? A maior parte das pessoas morre de medo de conhecerem a si mesmas. Elas têm medo de serem livres. São androides que passam a vida inteira sendo engolidas pelo nosso sistema escravizante…

 Ele pede para chamar o seu vizinho, porque sabe que as pessoas mais próximas a você estão todas dormindo, estão todas hibernando, para falar a verdade!

 Se você teve essa sacação de se libertar do sistema, seria fundamental levar essa ideia para mais e mais pessoas. Foi isso que o Raul fez durante toda a sua vida e eu estou fazendo o mesmo agora ao interpretar essa música riquíssima.

 Ele faz uma analogia com a Arca de Noé e considero essa comparação genial. Se você ler a história da bíblia, a pasagem da Arca de Noé foi uma espécie de “castigo” para um mundo que estava em estado de barbárie e precisava de uma renovação. Segundo a bíblia, Noé estava na graça e entendeu a mensagem divina de que a Terra passaria por um dilúvio e era preciso vigiar para não morrer.

 Enfim! Nosso planeta atualmente está na mesma condição. Quase todos se transformaram em máquinas para alimentar um sistema capitalista escravizante e destruidor. Poucos se voltam para o lado espiritual, para a nossa natureza verdadeira e primordial.

 E você? Está conectado com o seu espírito ou também se transformou em um androide? Pense um pouquinho sobre isso…

 Ele sugere que podemos escolher bem melhores condições, longe desse triste carnaval de ilusões que é a vida atual neste planeta adoecido. A escolha é sua, está em suas mãos…

 Para mim, a frase mais genial desta música é esta da estrofe final:

 Navegador!
Deixa os que sonham em ser felizes
Habitando o paraíso

Sabe o que ele está querendo dizer com essa frase? Sobre a visão religiosa! Ele sendo brasileiro, sabia que no Brasil a religião predominante era o catolicismo, a religião cristã, que tem o céu e o inferno em seus conceitos.

Ele quer deixar livres as pessoas que acreditam em céu para sonharem em viver nele. A ideia de céu e inferno, na concepção do Raul, não passava de sonho, de pura ilusão. E se você, navegador, já conseguiu entender isso, siga o seu próprio caminho e deixe os sonhadores de plantão ansiando pelo céu.

Eu digo como o Raul! Eu já vivo no céu e não preciso esperar pela minha morte para viver nele. O céu é aqui e o inferno também pode ser aqui. Só depende da sua decisão por um ou por outro? As ESCOLHAS.

Faça suas escolhas em liberdade, e elas lhe conduzirão ao seu céu ou ao seu inferno…

Enfim, meu amigo navegador. Essa era parte da mensagem que o genial Raulzito quis nos transmitir nessa linda música.

Pare de viver sob as leis que os outros criaram e crie suas próprias leis, siga as leis que brotam do mais profundo do seu coração! Com coragem, com determinação…

Anúncios
Uma interpretação da música “A ilha da fantasia”

3 comentários sobre “Uma interpretação da música “A ilha da fantasia”

  1. KAIQUE BRITTO disse:

    Belo texto, você como sempre escrevendo super bem… No entanto esse texto me deixou mais confuso ainda. Essa ação de criar suas próprias leis neste mundo é desafiante e muito difícil. Na minha vida o lado material puxa para um lado e o espiritual para outro… Buda talvez não sabia como é difícil seguir o caminho do meio … kkk

    1. kkkkkkkkk! É meu amigo. O Buda era um iluminado. Se tornar um iluminado é um negócio difícil. Não é à toa que os espiritualistas acreditam na reencarnação, porque em uma vida só é impossível atingir essa sabedoria tão imensa.
      Um dia a gente chega lá! Não vai ser nessa vida, mas vale a pena pelo menos tentar começar a ser um pouquinho melhor ainda nessa, não é mesmo?
      Abração!

  2. Olá meu amigo! há poucos anos comecei a analisar e entender as mensagens desse “Profeta” Raul Seixas e para mim é uma grande alegria saber que não estou sozinho nessa jornada. O conceito de escravização pelo sistema vem de antes de Cristo e segue até os dias de hoje. Se libertar dessa manipulação é muito difícil, é algo para pessoas realmente iluminadas. Principalmente com a união dessas grandes armas chamadas (mídia, Internet e Rede social). Sempre que tenho oportunidade tento falar sobre o assunto más como diz o ditado : “O Pior cego é aquele que não quer enxergar”.
    um grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s