Não tenha vergonha de mudar de opinião

Por Isaias Costa

borboleta-azul

Há poucos dias li uma frase muito bacana que desconheço a autoria, mas que me deixou bastante reflexivo e imediatamente me remeteu ao grande Raul Seixas e sua sabedoria. A frase dizia o seguinte:

“Vergonha não é mudar de opinião e sim não ter opinião para poder mudar”

O Raul entendia essa frase melhor do que ninguém. Ele se dizia ser uma “Metamorfose Ambulante” e uma das frases dessa música diz: “Eu vou desdizer aquilo tudo que eu lhe disse antes…”. Essa frase está dizendo praticamente a mesma coisa que a frase exposta mais acima.

Muitos não entendem o que o Raul quis dizer com essa frase, pensam que ele está se contradizendo ou não tem convicção do que diz. Essa concepção é completamente equivocada.

Sabe o que o Raul quis dizer ao colocar essa frase na música? Que ele está APRENDENDO o tempo todo e que aquilo que foi dito antes pode e certamente será APERFEIÇOADO. E nesse processo de aperfeiçoamento, uma série de ideias e concepções antigas caem por terra completamente!

O Raul quando mais jovem certamente acreditava e falava sobre uma série de coisas que à medida que foi aprendendo e crescendo em sabedoria deixou para trás.

É libertador pensar assim meus amigos! Infelizmente muitos têm MEDO de aprenderem coisas novas, de se aperfeiçoarem e de abandonarem velhas crenças, velhos dogmas ou até mesmo velhos costumes!

O Raul em praticamente todas as músicas fazia duras críticas a todo esse medo. Eu acho linda a música “Por quem os sinos dobram”, na qual ele diz: “Coragem, coragem, se o que você quer é aquilo que pensa e faz. Coragem, coragem, eu sei que você pode mais…”. Ou seja, só pode mais aquele que vai atrás, que investiga, que não se contenta com migalhas de tudo, inclusive migalhas de conhecimento!

Eu sempre quis avançar infinitamente no conhecimento, e como até já falei em textos anteriores. Só mesmo estudando profundamente o Raul Seixas para alcançar o seu nível de compreensão da vida, algo que só estou conseguindo porque estou me dando a esse direito. Estou me dando essa abertura de mente!

Trouxe essa frase também com o objetivo de falar sobre a raiz etimológica da palavra “vergonha”. Talvez você não saiba, mas a raiz dessa palavra vem do verbo “Vergar-se”, ou seja, sente vergonha aquela pessoa que “se verga” para outra, que fica acuada, cabisbaixa, reticente, medrosa…

O Raul passou a vida inteira condenando essa atitude submissa. É por isso que eu costumo dizer nos meus textos que o sentimento de vergonha tem profundas raízes emocionais de medo que foram cultivados desde a infância.

Só podemos curar nossos medos buscando incessantemente o AUTOCONHECIMENTO, coisa que o Raul fez ao longo de toda a sua vida. Ele era um devorador de livros e tinha o sonho de ser escritor, mas sabia que no Brasil sempre foi muito difícil se destacar sendo escritor.

Desde muito jovem ele não só queria, mas sabia que se tornaria um mito, então optou pelo caminho que faria com que esse reconhecimento fosse acelerado!

Essa foi uma reflexão que tive recentemente e com alegria compartilho com você! Se o Raul tivesse se tornado de fato escritor em vez de músico, você sabia que ele se tornaria um mito também? O grande problema seria o fator TEMPO. Ele levaria talvez um século ou mais para ter seus escritos reconhecidos de forma universal. Como esse baiano magricelo era inteligente hein? hehehe.

Falo isso com propriedade porque foi assim com os grandes gênios da literatura, entre eles um dos exemplos mais enfáticos é o grande Friedrich Nietzsche. Seu pensamento estava tão à frente do seu tempo que só depois de muito tempo ele foi considerado um grande gênio e aclamado ou mesmo idolatrado por muitos.

Portanto! Assim como o Raul, quero através desse texto lhe motivar a sempre buscar mais e mais o conhecimento, porque ele é libertador. Quanto mais fundo a gente vai no conhecimento, mais nossa visão se amplia e podemos sem um pingo de vergonha “desdizer tudo aquilo que foi dito antes…”. Viva Raul!

 

Anúncios
Não tenha vergonha de mudar de opinião

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s