O que é egoísmo?

Por Isaias Costa

Raul-Seixas

Uma das músicas do Raul Seixas extremamente mal compreendida é a “Eu sou egoísta”. Essa é uma das músicas mais críticas dele e esse egoísmo que ele fala tem muito mais a ver com as inúmeras hipocrisias das pessoas do que com o comportamento egoísta em si e quero lhe levar a refletir comigo sobre isso hoje. Vamos? Abaixo está sua letra completa.

Eu sou egoísta- Raul Seixas

Se você acha que tem pouca sorte
Se lhe preocupa a doença ou a morte
Se você sente receio do inferno
Do fogo eterno, de deus, do mal

Eu sou estrela no abismo do espaço
O que eu quero é o que eu penso e o que eu faço
Onde eu tô não há bicho-papão
Eu vou sempre avante no nada infinito
Flamejando meu rock, o meu grito
Minha espada é a guitarra na mão

Se o que você quer em sua vida é só paz
Muitas doçuras, seu nome em cartaz
E fica arretado se o açúcar demora
E você chora, cê reza, cê pede… implora…

Enquanto eu provo sempre o vinagre e o vinho
Eu quero é ter tentação no caminho
Pois o homem é o exercício que faz
Eu sei… sei que o mais puro gosto do mel
É apenas defeito do fel
E que a guerra é produto da paz

O que eu como a prato pleno
Bem pode ser o seu veneno
Mas como vai você saber… sem tentar?

Se você acha o que eu digo fascista
Mista, simplista ou antissocialista
Eu admito, você tá na pista
Eu sou ista, eu sou ego
Eu sou ista, eu sou ego
Eu sou egoísta, eu sou,
Eu sou egoísta, eu sou,
Por que não…

Ele começa a música dizendo: “Se você acha que tem pouca sorte. Se lhe preocupa a doença ou a morte. Se você sente receio do inferno. Do fogo eterno, de deus, do mal”. Aqui ele está falando sobre a maior parte das religiões, que ensinam suas crenças e preceitos através do MEDO. As religiões têm aquela noção de PRÊMIO e CASTIGO. As pessoas que vivem segundo todas as crenças recebem o prêmio do céu. Já aquelas que não o vivem, recebem como castigo o inferno. Então, para não receber esse castigo eterno, as pessoas se tornam resignadas e engolem tudo sem ao menos se questionarem um pouco. É aqui que vem a grande e principal questão que quero tratar neste texto. Sabe qual é o nome dessa atitude das religiões? EGOÍSMO CELESTE. Para reforçar o que estou dizendo, compartilho algumas palavras do filósofo brasileiro Huberto Rohden:

A educação religiosa apela para o prêmio e castigo de Deus após a morte. Embora esses motivos externos devam ser tolerados temporariamente, eles são ineficientes para tornarem o homem realmente bom. Toda ideia de prêmio e castigo se baseia em egoísmo, e com motivos egoísticos não se pode educar e realizar o homem. Bergson, o filósofo francês contemporâneo, diz que as religiões detestam o egoísmo terrestre, mas recomendam o egoísmo celeste, porque argumentam com prêmio e castigo, com céu e inferno, para educar o homem.

Egoísmo não cura egoísmo, ainda que seja egoísmo póstumo.”

O Raul não tinha esse medo das religiões. Por isso que ele diz as frases seguintes: “Eu sou estrela no abismo do espaço. O que eu quero é o que eu penso e o que eu faço. Onde eu tô não há bicho-papão. Eu vou sempre avante no nada infinito. Flamejando meu rock, o meu grito. Minha espada é a guitarra na mão”.

Ele era livre para pensar como queria, fazer o que queria e, acima de tudo, ser o que ele queria. Esta é a filosofia do Aleister Crowley: “faz o que tu queres, há de ser tudo da lei”. O Raul diz que vai avante no nada infinito fazendo o que ama, tocando rock e fazendo as pessoas pensarem. Ele não pensava em ter um prêmio após a morte, ele queria apenas viver intensamente, sendo o melhor naquilo que fazia. Eu também sou assim, eu não me importo se após a morte terei um prêmio de céu, inferno ou o que quer que seja, a única coisa que quero na minha vida é crescer em amor e em consciência, ajudando as pessoas na medida do meu possível e fazendo-as pensarem profundamente sobre as suas vidas.

A estrofe seguinte eu acho super engraçada e digo sem medo. Muitas pessoas se encaixam nessas palavras, principalmente aquelas que são mais engajadas em igrejas, em grupos e em seitas. O Raul diz: “Se o que você quer em sua vida é só paz. Muitas doçuras, seu nome em cartaz. E fica arretado se o açúcar demora. E você chora, cê reza, cê pede… implora…”. O Raul está querendo falar daquelas pessoas que querem se destacar e ser vistas como santas, como grandes autoridades, como pessoas Messias, como remédio para todos os males… O que acontece é que isso torna essas pessoas extremamente VAIDOSAS, e o resultado da VAIDADE é simplesmente o NADA. Então elas ficam arretadas se o açúcar demora, ou seja, a fama, o reconhecimento, o endeusamento por serem “santas”. Ahh! Sabe qual é o nome disso também? Adivinhou! EGOÍSMO. Se quiser ler um pouco mais sobre isso, recomendo dois textos do blog “Para além do agora” que escrevi com muito carinho, um sobre a VAIDADE ESPIRITUAL e outro sobre as PESSOAS MESSIAS, aquelas que se acham remédio para todos os males da humanidade.

A pior de todas as vaidades

Pessoas Messias

A estrofe seguinte diz: “Enquanto eu provo sempre o vinagre e o vinho. Eu quero é ter tentação no caminho. Pois o homem é o exercício que faz. Eu sei… sei que o mais puro gosto do mel. É apenas defeito do fel. E que a guerra é produto da paz”. Essa estrofe é bem complexa, mas é possível entender o que o Raul quis dizer com ela. Ele mostra o seu lado maluco, o seu lado empreendedor, que gosta de correr riscos, de fazer algo diferente e não ser só mais um na multidão. Cada um faz o seu caminho, o exercício da vida que ele diz na música. Depois ele fala sobre as perspectivas. Ele diz que o sabor do mel é apenas defeito do fel e a guerra é produto da paz. A maior parte das pessoas quer definir tudo e restringir a PADRÕES, tudo que for fora dos padrões é considerado uma ameaça. Por que? É por isso que o Raul também diz sabiamente na música “Faça Fuce Force”: “Que o mel é doce, é coisa de que me nego a afirmar, mas que parece doce eu afirmo plenamente”. O padrão é o mel doce, mas porque o mel não pode ter outro sabor? Já se perguntou?

Eu aplico essa filosofia todos os dias na minha vida. O que isso quer dizer? Que você não tenha verdades absolutas, não existe verdade absoluta, apenas verdade individual. Se quiser ler um pouco mais, deixo um texto que escrevi sobre isso, também inspirado no Raulzito.

A verdade absoluta e a verdade individual

O fim da música diz: “O que eu como a prato pleno. Bem pode ser o seu veneno
Mas como vai você saber… sem tentar?

Se você acha o que eu digo fascista. Mista, simplista ou antissocialista. Eu admito, você tá na pista. Eu sou ista, eu sou ego. Eu sou ista, eu sou ego
Eu sou egoísta, eu sou. Eu sou egoísta, eu sou, Por que não…”

O que ele come plenamente pode ser um veneno para as pessoas de mente fechada que não querem pensar livremente e por conta própria, se fixando em crenças e preceitos. Mas não tem como saber disso sem tentar, ou seja, sem refletir a esse respeito. Para muitas pessoas, o que o Raul diz é mista, simplista ou antisocialista, e ele reforça que quem pensa assim, está se questionando, e isso é bom, ou seja, está “na pista”. Então ele termina com o que muitos não entendem, ele diz que é egoísta. Sabe o que ele quer dizer com isso? Que ele é livre para seguir seu próprio caminho, do jeito que ele quiser, como quiser, com quem quiser e sendo quem quiser.

Essa atitude e comportamento é visto por quase todos na sociedade como EGOÍSMO, mas será que contribuir com a elevação do nível de consciência das pessoas é egoísmo? Eu penso como mais do que GENEROSIDADE. O Raul foi extremamente generoso ao deixar sua marca registrada no mundo, levando milhares de pessoas a crescerem exponencialmente nas suas vidas, e me incluo entre essas pessoas. Se eu não tivesse mergulhado fundo nas mensagens das suas músicas, talvez hoje estivesse rezando sem parar nas igrejas, morrendo de medo de ir para o inferno e você não estaria lendo esse texto.

Pense sobre tudo o que coloquei e sobre o que verdadeiramente é EGOÍSMO. Termino com esse grande questionamento: Para você? O que é egoísmo?

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Anúncios
O que é egoísmo?

11 comentários sobre “O que é egoísmo?

  1. Manuela Tavares disse:

    Adorei. Na minha visão, Perfeito! “Grande” Raul Seixas e “Grande” Isaias Costa, que nos ofereceu (e), cada um do seu jeito, com tamanha generosidade, o que para ambos tem sido “valioso” em termos essenciais. Quanto mais textos eu leio, mais sinto vontade de ler os que ainda não li. Fantásticos!!!!!!!!!!!!!!!

  2. Estrela do Abismo disse:

    “Faze o que tu queres será o todo da Lei”

    Ótima explicação.
    Compartilho da mesma interpretação, apenas queria acrescentar uma coisa e discordar de um ponto.

    Acrescento, para quem interessar, que os versos “Eu sou estrela no abismo do espaço / O que eu quero é o que eu penso e o que eu faço” e “Eu vou sempre avante no nada infinito” são referências diretas a metáforas utilizadas em Thelema.

    Apenas discordo quanto ao “na pista”. Naquela época, pelo o que eu lembro, essa expressão não possuía a conotação de “estar disposto”, “disponível” ou “aberto a novas possibilidades” como é facilmente encontrada no vocabulário de jovens.
    Eu creio que Raul usou “na pista” como “no caminho de chegar a uma conclusão”, “na pista de um mistério”. Como se dissesse “você tá na pista de desvendar o que eu sou… Eu sou egoísta!”
    Até porquê, se a pessoa acha ele fascista, simplista e antissocialista por dizer essas coisas, ela não está disposta a entender o que ele está dizendo.

    Mais uma vez, parabéns pela explicação.

    “Amor é a lei, amor sob vontade”

    1. Muito obrigado meu amigo! Sua contribuição serve para enriquecer ainda mais a interpretação dessa música lindíssima do Raul! A lei de Thelema é magnífica e realmente não sabia que essas frases fazem alusão direta aos escritos do Crowley. Muito obrigado por me esclarecer isso. Comente mais vezes por aqui viu? Tudo que vier para acrescentar novas informações sobre o Raul é bem vindo!
      Abração!

  3. “Essa atitude e comportamento é visto por quase todos na sociedade como EGOÍSMO, mas será que contribuir com a elevação do nível de consciência das pessoas é egoísmo? Eu penso como mais do que GENEROSIDADE.”

    Ele é tão egoísta, que o auge do egoísmo dele é querer ajudar?

  4. “Para muitas pessoas, o que o Raul diz é mista, simplista ou antisocialista, e ele reforça que quem pensa assim, está se questionando, e isso é bom, ou seja, está “na pista”. Então ele termina com o que muitos não entendem, ele diz que é egoísta.”

    Ainda continuo meio sem entender… Quando alguém taxa o outro como inimigo, não está se questionando, está desqualificando o outro para não ter que se questionar.

    1. Eu escrevi no blog um texto meio que de continuação desse meu amigo. Dá uma lida! Pode ser que com a leitura dele você tire um pouco mais as dúvidas à respeito do egoísmo do Raulzito! O link é esse aqui embaixo!

      https://universoderaulseixas.wordpress.com/2015/11/23/o-auge-do-meu-egoismo-e-querer-ajudar/

      Agora, continuando as dúvidas (que provavelmente você terá, ou até aumentem! hehehe). Escreve outro comentário pra gente filosofar um pouquinho por aqui! Adoro essa interação com os amigos raulsseixistas que me leem!

      Abração meu amigo! Viva Raul!

  5. Bom dia, meu caro!

    Primeiro quero explicitar minha satisfação em ter encontrado seu sítio. Há tempos sou fã do Raul e tenho essa música como um hino sagrado. Hoje, quis encontrar alguém para falar a respeito da letra. Pronto! Caí aqui e descobri um verdadeiro tesouro. Muito obrigado!

    Digo também que, além de concordar amplamente com sua interpretação, ela me acrescentou muito. Decidi postar na tentativa de dar minha singela contribuição, depositar uma moedinha nesse baú de tesouros. 🙂

    Minha contribuição é sobre o seguinte trecho:
    “Eu quero é ter tentação no caminho
    Pois o homem é o exercício que faz”

    Esse trecho demonstra a grandiosidade filosófica do Raul. Ele se mostra adepto da ideia de que nada adianta ser “santo” se você nunca passou por algo que te despertaria o “demônio”, entende? Se nunca teve a tentação de furtar algo, não adianta se gabar de não ter furtado. Homem (humano) todos somos, biologicamente iguais, o que nos diferencia uns dos outros é justamente as escolhas que fazemos, é exercer o “livre arbítrio” que só existe realmente para quem não padece de EGOÍSMO CELESTE, visto que estes já possuem um roteiro pronto, feito por outros, para suas próprias vidas.

    Desculpe o “textão”, um grande abraço e, mais uma vez, muito obrigado! 🙂

    1. Muito obrigado pelo seu comentário e contribuição meu amigo! O Raul era e continua sendo absolutamente incrível. Eu aprendo algo novo com ele todos os dias e essa música em especial foi uma das que mais me ensinou.
      Aproveito seu comentário para compartilhar outro texto do blog que escrevi a partir dessa música, tenho certeza que você vai gostar da sua leitura!
      Fique à vontade para comentar sempre que quiser!! Abração!

      Link do texto => https://universoderaulseixas.wordpress.com/2016/05/09/eu-quero-e-ter-tentacao-no-caminho/

  6. Essa postagem é para o questionamento proposto, mas prometo não fazer outro textão. rs

    Egoísmo, para mim, é o que define a essência do ser humano. Isso porque o homem só pode perceber o mundo através de seus sentidos próprios. Ser capaz de atitudes em primeira análise altruístas é algo que depende de esforço, exercício, treinamento. Mesmo assim, o que fazemos nesses casos é tentar nos colocar na posição do outro, mas sempre considerando conceitos e aspectos nossos, por isso, não é raro falharmos miseravelmente.

    Além disso, eu classifiquei as atitudes de empatia como “altruístas em primeira análise” porque com algum exercício filosófico leve, podemos notar que a causa primeira de qualquer ação humana será sempre o EGOÍSMO. Até “amor de mãe” carrega implícito, inerente a ele, algum anseio egoísta.

    Com isso, considero que a fama de vício dada ao egoísmo, em vez de virtude, seja, tão somente, produto de uma análise rasa, contaminada por conceitos religiosos que buscam minimizar a autoestima e a autoconfiança das pessoas com o objetivo óbvio de dominá-las e manipulá-las.

    Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s